Saia Curta

R$109,00

R$ 103,55 à vista com desconto PIX
ou 12x de R$ 10,24 com juros
R$129,00

R$ 122,55 à vista com desconto PIX
ou 12x de R$ 12,12 com juros
Saia Biella
Indisponível
Resultado 3 Produtos em 1 Página

Saia curta: símbolo de estilo e empoderamento 

Se engana quem pensa que uma saia curta é apenas uma saia curta. Desde o seu surgimento até a sua popularização, em cerca de 1965, a saia curta, também conhecida como minissaia, é um símbolo de liberdade, empoderamento, e estilo.

Hoje em dia, ela é considerada uma peça-chave em qualquer guarda-roupa, e pode ser usada por pessoas dos mais diferentes estilos, possibilitando combinações de looks com saia básicas e atemporais. E se você quer saber mais sobre a história da saia curta e como combiná-la nas mais diversas produções, continue lendo!

História da saia curta

De primeira, a história mais comum contada sobre a minissaia é que ela foi inventada em meados de 1960 por Mary Quant, uma estilista inglesa. Mas, apesar de Quant ser uma parte importante na história da peça, sua verdadeira origem é bem mais antiga do que parece: achados de arqueólogos e historiadores comprovam que a saia curta já era utilizada por mulheres e até mesmo por homens desde cerca de 5000 A.C., em locais como o Egito, a China e o sudeste da Europa.

Em meados de 1940, a saia curta já era utilizada no meio esportivo, principalmente por patinadoras, líderes de torcida e tenistas, e também foi adotada pelo mundo da ficção científica como uma das principais peças do figurino das mulheres “do futuro” - mas ainda assim, não era uma peça comum nas ruas. 

Foi só em cerca de 1960 que as saias curtas começaram a ganhar espaço nas ruas: em Londres, um dos maiores centros da moda mundial da época, algumas pequenas lojas alternativas começaram a diminuir gradativamente os comprimentos de suas saias e a observar a resposta das consumidoras, que foi majoritariamente positiva. Foi a partir daí que a estilista Mary Quant percebeu o potencial da peça, e foi uma das primeiras a inserir o modelo em sua loja, abrindo as portas da minissaia para um público ainda maior.

Na época, a popularidade da peça foi além das questões de estilo: esse modelo de saia se tornou um símbolo poderoso da libertação feminina, da conquista de sua independência e do início de uma nova perspectiva do papel da mulher na sociedade. 

Desde então, a popularidade da saia curta só cresceu, e hoje ela é considerada uma das peças mais versáteis em qualquer guarda-roupa feminino, possibilitando uma série de combinações diferentes, para todas as estações.

Como usar saia curta

Quando falamos de “saia curta”, não falamos apenas de um modelo em específico, mas sim, de um comprimento de saia, que pode existir nos mais diferentes modelos e cores. Ou seja: tem minissaia para todos os gostos!

Aqui na Guardaroba, nosso principal objetivo é oferecer peças atemporais, que podem ser combinadas e usadas diversas vezes, e isso também se aplica às nossas saias. Uma linda saia com babados em crepe, como a nossa saia Palla, com detalhes em relevo e recorte mais assimétrico é um modelo mais fresco e tropical, perfeito para ser combinado com rasteirinhas ou até mesmo em uma combinação de saia e tênis, para uma produção mais casual.

Já os modelos mais retos, como a saia de veludo Biella e a saia preta Veneza são perfeitos para produções mais ousadas, principalmente para sair à noite. Combine com botinhas e uma blusa estilosa e o look está pronto! Elas também são ótimas para criar looks de inverno com saia: para não morrer de frio, aposte em uma meia-calça mais grossa e um casaco bem quentinho.

E aí, gostou de saber mais sobre a saia curta? Se você quer descobrir ainda mais peças essenciais no seu guarda-roupa, continue navegando pelo site da Guardaroba!